Terrine de queijo de cabra com pesto de pistache

Apr
2010
11

posted by on Acompanhamentos, Vegetais

3 comments

Para a entrada, no cardápio para o Dinner in the Sky, escolhemos essa terrine de queijo de cabra, com um sabor delicioso, cremosa e leve, quase um algodãozinho na boca:

  • 400 g de queijo de cabra;
  • 1/3 xícara de creme de leite fresco.

Leve os dois ingredientes para o processador e bata até formar um creme espesso. Se for necessário (o queijo estiver um pouco mais seco) acrescente mais creme de leite, em colheradas.

Para o pesto de pistache:

  • 30 g de pistache picado em pedacinhos bem pequenos;
  • 50 g de folhas de salsinha picada (despreze os talinhos), em pedacinhos minúsculos;
  • 20 ml de azeite extra virgem.

Pique todos os ingredientes o máximo que puder. Para evitar levá-los ao liquidificador ou processador, que tornaria o pesto mais líquido, deixe-o bem picadinho, para que os pedacinhos de pistache picado ofereçam uma leve crocância à terrine.

Montagem da terrine:

Numa forma untada com azeite ou em aros quadrados de metal, forre com a metade da massa da terrine, acertando bem os cantinhos, cubra com o pesto (uma camada bem fina) e complete com a outra metade de massa de queijo, apertando para ficar bem compacta. Leve à geladeira até ficar firme e corte com uma faca mergulhada em água quente, para que não se quebre. O corte deve mostrar essa fina camada de pesto no meio das fatias.

É realmente de fazer a gente tirar os pés do chão. :)

Decoração e acompanhamento:

  • Retângulo de pão folha levemente torrado;
  • Brotos de folhas verdes (rúcula e agrião);
  • Geleia de tomate picante da Bia Leitão.

Faça a geleia dessa forma (receita da Bia):

  • 1 kg de tomates sem pele e sem sementes;
  • 1 pimenta dedo de moça picada com sementes;
  • 1/2 kg de açúcar;
  • 1 pitada generosa de sal;
  • Cascas de 1 limão;
  • Suco de 1 limão;
  • Água mineral.

O processo é muito fácil. Corte o tomate pelado e sem sementes em cubos. Se quiser menos apimentado, antes de picar a pimenta, tire as sementes. Tire a casca do limão em pedaços bem grandes, para que fique fácil você retirar da geléia depois. Tente fazer aquele espiral que geralmente se faz com a laranja. A casca do limão libera pectina, o que ajuda a gelificar.

Agora é só misturar tudo numa panela e cobrir com água.

Leve a fogo bem baixo e deixe cozinhar lentamente até virar uma geléia brilhante. Se o fogo for alto demais, o açúcar vai caramelizar muito cedo, antes do ponto certo. Se necessário colocar mais água até atingir o ponto certo, com bastante brilho (aproximadamente 2 horas no fogo baixo).

 


Para a montagem final do prato:

Disponha folhas verdes sobre o prato, cubra com o retângulo de pão folha torrado e coloque delicadamente uma fatia de terrine sobre ele. Em uma pequena tigela, ou numa pequena porção, coloque uma colher de sopa de geleia de tomate da Bia, uma receita gentilmente cedida pelos grandes amigos Léo e Bia Leitão, do blog Trivial ou nem tanto.

Não é pra se sentir nas alturas?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comente pelo Facebook!

3 comments

Trackback e pingback

  1. Cinebistrot » Blog Archive » Jantar nas Nuvens!
    [...] menu estava perfeito. De entrada uma maravilhosa terrine de queijo de cabra com pesto de pistache. Acompanhada de salada …

Leave a Reply


+ 7 = 15