Frango à Caçadora

Feb
2011
14

posted by on Aves, Prato único

25 comments

Engraçado como nosso paladar muda com o passar do tempo.

Eu nunca gostei muito de frango ensopado. Aquela pele molenga nunca me apeteceu muito. Todos em casa gostavam, mas minha mãe precisava separar uma parte e fazer fritinho, para mim.

Hoje, um frango ensopado, bem feitinho (e sem a pele molenga) é uma das coisas que mais gosto de comer. Você pode viajar no molho, utilizar pimentões, tomates, ou o que você tiver na geladeira. Vai funcionar, pode ter certeza!

O frango à caçadora é um prato italiano daqueles bem classicões. Os homens iam caçar e as mulheres dos caçadores preparavam o prato para aguardar seus maridos famintos. Ela é boa, pois tem o pulo do gato que me fez passar a gostar de frango feito assim, no molho: você pega os pedaços de frango, antes de levá-los à panela, e os doura em uma frigideira com um pouquinho de azeite. Adeus frango molenga!

Eu gosto de fazer uma panelona, pra um belo almoço de domingo. O molho que eventualmente sobrar, pode ser comido com um pãozinho italiano num outro dia. Tem coisa melhor?

Separe os seguintes ingredientes:

- 1 Frango de mais ou menos 2 kg, cortado em 8 pedaços (você pode pedir para fazer isso onde você for comprar o frango), ou a quantidade equivalente de sobrecoxas.
– 2 cenouras picadas em cubinhos de mais ou menos 1 cm;
– 8 folhas de louro;
– 2 ramos de alecrim fresco;
– 3 talinhos de salsão picados finamente;
– 3 dentes de alho descascados e esmagados;
– Meia garrafa de vinho tinto;
– Farinha de Trigo suficiente para polvilhar o frango;
– 4 colheres (sopa) de azeite;
– 1 cebola picada em cubinhos bem pequeninos;
– 1 punhado de azeitonas pretas sem caroço, fatiadas;
– 2 latas (de 400 gramas) de tomates pelados;
– Sal e pimenta do reino à gosto;
– 1 maço de salsa picada.

Deixe os pedaços de frango por duas horas (o ideal é deixar de um dia para o outro, que é como eu faço), numa marinada feita com as cenouras, o louro, o alecrim, o salsão, o alho e o vinho.

Após o tempo de marinada, retire os talinhos de alecrim e o louro, descartando-os. Reserve o caldo da marinada.

Pré-aqueça o forno à 180 – 200 graus. Pegue os pedaços de frango e seque-os bem utilizando papel absorvente ou um pano limpo. Polvilhe os pedaços de frango com a farinha, cobrindo-os bem. Esses pedaços vão dourar um a um numa panela grande (se possível, uma panela que possa ser levada ao forno depois), em fogo alto. Reserve-os à seguir.

Na mesma panela que você dourou o frango, frite a cebola em uma colher de azeite. Adicione as azeitonas os tomates pelados, junto do suco que está na lata. Quebre os tomates com uma colher de pau, para que os pedaços derretam mais facilmente.

Coloque novamente todos os pedaços de frango na panela e cubra com o caldo da marinada que estava ali, esperando. Adicione o sal e a pimenta. Lembre-se de que a mistura vai ferver e reduzir, por isso não salgue muito. Você pode ajustar o sal no final do cozimento, é melhor do que ter um prato muito salgado.

Leve a panela fumegante ao forno e a esqueça lá por uma hora e meia à duas horas, mais ou menos.
Retire a panela do forno e retire a gordura que subiu, com uma escumadeira. Você vai ver na foto que eu esqueci de fazer isso, tamanha era a minha fome. Me perdoe, foi mal, vai…

Prove o sal, ajuste se necessário, e cubra tudo com a salsinha picada. É só servir com uma polenta bem molinha e ver os suspiros de todo mundo. Comida que sustenta, deliciosa e simples, sem invencionices. Não dá pra querer muito mais do que isso, né?

Demora, eu sei. Mas o resultado não tem igual!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comente pelo Facebook!

25 comments

Trackback e pingback

  1. Nossa homenagem ao Dia das Mães
    [...] Ragu de fraldinha - Escalope ao limone - Frango à caçadora - Linguiças assadas – Corvina [...]

Leave a Reply


3 − = 2