Carne moída [ou uma das melhores comidas do mundo]

Nov
2011
29

posted by on Carnes, Cozinha básica, Técnicas de Cozinha

11 comments

carne-moida-ou-uma-das-melhores-comidas-do-mundo-thumb

Lá em casa, quando criança, não havia muito luxo.

Não, não tô me lamentando pelas dificuldades financeiras da época. O que não rolava muito em minha casa era uma cultura gastronômica mais apurada. Mamãe é uma cozinheira de mão-cheia, mas nunca foi muito inventiva.

Risotto, por exemplo, eu só fui aprender o que era depois de adulto. A bolachinha de amendoim que ela fazia, era um senhor cookie, entendi isso há pouco tempo.
Comida de festa era feijoada ou bacalhaoada. E fim de papo.
Sorvete? De flocos e olhe lá!

Aprendi a comer de forma muito simples. E talvez seja por isso que eu sempre prefira as coisas mais simples.

E o que pode ser mais simples do que carne moída? Pra comer no meio do arroz e feijão?

Ou, acompanhando lindas batatas assadas, como fizemos aqui:

E essa é uma coisa que não tem muita receita. É algo que sempre vi minha mãe fazendo “a olho”.

E é desse jeito que eu queria que você tentasse fazer. Posso te ajudar com algumas dicas, talvez:

- Eu uso bacon em meu preparo. Então, na panela em que farei a carne, frito o bacon, sem deixá-lo esturricado e o reservo, sem descartar a gordura que ele vai soltar.

- Nessa gordura, na mesma panela, eu frito cebolas bem picadinhas, dourando bem, mas sem queimá-las. Reservo-as também.

- Sempre na mesma panela, coloco a carne moída (adoro patinho, moído duas vezes) e faço o que considero mais importante: frito a carne moída, sem parar de mexer, para secar bem a carne, retirando aquele aroma de sangue e deixando as bolinhas bem separadas.

- Tá tudo sequinho e bem separado? Que tal uma bebidinha, pra dar um aroma especial? Rum, conhaque e whisky funcionam bem.

- Chega a hora de temperar: volte com a cebola, o bacon para a panela, adicione um pouco de caldo (eu gosto de usar caldo de legumes), tomates sem pele e sem sementes picados (eles vão sumir, mas deixar seu sabor na panela). Cominho, pimenta calabresa, pimenta do reino, pimenta síria, canela (sério, é frenético usar canela na carne!), tudo pra confundir sua cabeça, com tantos sabores diferentes.

- Azeitona. Nem tenho que falar que carne moída sem azeitona é igual Romeu sem Julieta, né?

- E, pra fechar, dois verdinhos deliciosos: Ervilhas e salsinha. A salsinha sempre bem picada e as ervilhas, sempre da congelada, pois a enlatada não tem cor e gosto de nada.

- Eu não falei de sal, né? É porque ele não é tão necessário. Depende da quantidade de bacon (eu uso muito!) e do caldo que você está usando. Prove no final e acerte o sal, se precisar. E prepare um prato grande, pois eu tenho certeza de que você vai comer muito!

Um post que era pra ser algo tão simples, está enorme. Quem disse que as coisas simples não têm as suas manhas?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comente pelo Facebook!

11 comments

Trackback e pingback

  1. Lanche buraco-quente
    [...] tal fazer aquela carninha moída que você ficou morrendo de vontade nos últimos dias e, com as eventuais sobras, …

Leave a Reply


9 − 4 =